segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

*

Expor aos oprimidos a verdade sobre a situação é abrir-lhes o caminho para a revolução" Trotsky 

Fica a dica. É por isso que eu gosto de escancarar o que eu penso. Vejo a juventude parada, inerte, não participativa. Me sinto um pinto no lixo quando me reúno com pessoas com a mente um pouco mais aberta. Fico pensando aonde iremos chegar com essa mente corrompida pelo bom senso, acuada pela opinião dos outros e pequena quando o assunto é discriminação. Outra coisa que li em um outro blog foi que ignorante é a pessoa que não tem ciência ou não sabe sobre algo. E a pessoa é burra quando se esforça para não querer entender, aí já é estupidez. Pois bem, creio que não preciso dizer muito sobre os comentários e a frase do Trotsky que tanto me inspiram. Não estou dizendo que sou dona da verdade, só busco a verdade que eu acho mais aceitável para meu momento e para o que eu acredito. Cada um é livre, aliás, a liberdade de pensamento é a única que temos de fato. Viva da forma que você queira viver, só viva intensamente respeitando os outros e tentando buscar a sua verdade. Não sendo burra já está de bom tamanho. Também busque analisar os dois lados da moeda e olhar além da peneira. Peneira essa que a sociedade insiste em colocar para tapar o lindo, forte e brilhante sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário