quinta-feira, 22 de março de 2012

Confessionário

Tri, eu fiz outro blog. Eu queria um espaço para eu escrever minhas angústias anônimas. Depois pensei, eu já sou tão anônima nessa vida e ser anônima em mais uma coisa seria muito chato. Eu criei o pulsos pulsantes porque aqui está muito embaralhado, está igual a mim. Aqui eu quero escrever poesias, colocar figuras, enfim, fazer de tudo. Lá é simplesmente pra eu desabafar.
Você é mix, tri. Você é a minha cara. Lá eu sou uma Maria Eugênia muito mais triste do que aqui. Lá eu sou uma pessoa mais centralizada, que vai escrever coisas mais centralizadas. Tri, eu sempre vou vir aqui, só queria que você soubesse que é especial e que és o primeiro. O primeiro gera marcas e você ficou marcado. Eu falo de você tanto, eu tenho um apreço tão grande. Mas, eu precisava de outro blog, igual eu preciso de várias coisas ao mesmo tempo.
Culpe o TDAH por isso tri. Me despeço dizendo que sempre quando inventar uma poesia nova virei aqui. Sempre quero manter contato. Não fique com ciúmes tri, fui sincera com você. Gosto de você. Espero que quem leia você possa ler o que eu escrevo lá no pulsos pulsantes. Um beijo tri, até daqui a pouco
www.pulsospulsantes.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário